top of page
  • Foto do escritorFlorio Insideron

Tendência 2024 e 2025: M&A DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS



Após um período de intensas mudanças, o mercado financeiro se encontra em um momento de consolidação, com foco em otimização e crescimento.


As instituições financeiras vivenciaram um período de intensas transformações nos últimos anos. Fintechs, Pix, Open Finance, Open Banking, Digital Real X (Drex) e criptoativos integraram o vocabulário do setor e dos clientes. Para 2024 e 2025, prevê-se a consolidação do mercado, com foco em otimização e crescimento. A fusão e aquisição de instituições e negócios financeiros (M&A) ganharão destaque, separando o "joio do trigo". As bases para o sucesso nesse cenário serão a busca por sinergias, escala e competitividade, obrigando empresas a se adaptarem às mudanças e a "surfarem essa onda", onde estarão mais bem posicionadas para conquistar cada vez mais espaço. Veja a matéria completa clicando aqui.


M&A de instituições financeiras


M&A, ou fusões e aquisições, é um termo utilizado para descrever movimentos de compra, fusão, cisão e incorporação entre empresas. No setor financeiro, que passou por diversas transformações nos últimos anos, M&A pode ser uma estratégia para bancos e startups. Para bancos, M&A com startups pode permitir a entrada em novos modelos de negócios, enquanto para grandes empresas, M&A com instituições financeiras pode abrir novas fontes de receita e fortalecer seu ecossistema.

Para se manterem competitivos, os bancos precisam sair do tradicional e buscar M&A com startups de tecnologia como forma de acelerar a criação de novos modelos de negócios.  


Transformando a tendência em realidade


O mercado financeiro, após intensas mudanças, busca se consolidar, e as empresas precisam se estruturar para encontrar novas oportunidades de crescimento saudável e duradouro. Nesse contexto, três termos se tornam cruciais: valuation, due diligence e proposta não vinculante, onde Valuation é a avaliação do valor de uma empresa em uma fusão ou aquisição, Due diligence é a investigação profunda da empresa a ser adquirida e Proposta não vinculante é a oferta inicial, sem compromisso, para iniciar as negociações.

As empresas que dominarem esses conceitos e se adaptarem às mudanças do mercado estarão mais bem posicionadas para prosperar.

O mercado financeiro vive um momento de consolidação, com fusões e aquisições (M&A) em alta, e para tomar decisões estratégicas nesse cenário, a diligência surge como uma ferramenta crucial. Através de uma análise minuciosa, a diligência funciona como um raio-x da empresa, avaliando todos os seus aspectos, desde a saúde financeira até a estrutura organizacional. Essa avaliação detalhada permite identificar oportunidades e riscos, fornecendo subsídios para decisões de investimento e aprimoramento das ações da companhia.  


A Evlos é uma fintech inovadora com soluções disruptivas para o mercado financeiro interno. Estamos prontos e capacitados para agregar modelos de negócios inovadores à sua instituição financeira! Mantenha-se à frente de seus concorrentes com nossas soluções eficientes e personalizadas. Descubra o que podemos fazer por você!

19 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page