top of page
  • fernandasupptitz

O desafio da análise de crédito em 2023.


Mudanças no cenário econômico do Brasil sempre foram um problema para as equipes de análise de crédito, seja da área bancária ou da indústria e comércio.

Para 2023 além de um novo governo, nova equipe econômica e uma conjuntura macroeconômica mundial pouco previsível, o profissional de análise de crédito terá o desafio de adaptar seus modelos preditivos baseados em comportamentos históricos, por uma nova e disruptiva metodologia mais ampla, humanizada e tecnológica.

Neste cenário, o analista de crédito que tradicionalmente procura por restrições cadastrais e busca identificar a capacidade de pagamento de um cliente, terá que ampliar seu mindset e criar uma gestão não só proativa, mas também assertiva.


Surge então a necessidade de compartilhamento e troca de informações com o mercado, de análises com inteligência artificial, uma estrutura robusta de BI, novas ferramentas e recursos para fazer uma análise de crédito ágil e mais precisa, seja na fase de prospecção de novos clientes, na originação ou na gestão dos atuais clientes, onde podem ser encontradas oportunidades para o crescimento do negócio. A EVLOS possui tecnologia para apoiar nesta jornada.


Empresas de crédito que trabalham com análises de crédito preditiva estão cometendo um erro silencioso, que só será percebido quando chega a inadimplência. O desafio das equipes de análise de crédito é se adaptar à nova realidade de como o crédito será disponibilizado. As réguas de concessão de crédito devem conter em sua parametrização um ingrediente novo e indispensável, o open finance, uma espécie de Just in Time de crédito.


Trazendo para o setor, o modelo de “Just in Time de crédito” oferece mais confiança para a liquidez e a chamada de capital, minimizando o risco e índices de inadimplência. Com esse modelo tem-se a verdadeira disponibilidade do tomador de crédito em tempo real, sem a necessidade de predição e oferecendo um real time score.

Para se alcançar o real time score, o engajamento e aproximação das áreas internas é condição “sine qua non”, pois informações importantes podem estar represadas em todas as áreas da empresa. Adicionalmente, foco nas equipes de TI que devem preparar os sistemas para absorverem rapidamente, os ajustes demandados pelas equipes técnicas.


Comenta aqui, se a sua empresa está preparada para o real time score.


Redigido por:

Time Comercial Evlos.


38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page